sábado, 23 de julho de 2011

O ULTRALIBERALISMO ESTÁ A DESTRUIR A HUMANIDADE


(Imagem dos carrascos)

As políticas de desenvolvimento do capitalismo selvagem nas suas vertentes mais odiosas, sob a protecção de valores ditos democráticos, apoderou-se de todos os sistemas e estruturas, reduziu trabalhadores a escravos. Este mesmo capitalismo controla partidos políticos e governos. Nas suas teias mais elaboradas, actuam as máfias mais poderosas do tráfico de pessoas, armas e drogas.
Longe, fica a utopia de uma mundo solidário e de uma democracia política, económica e social. Os governos dos países ditos civilizados, promovem a guerra tendo como objectivo a posse de recursos naturais e estratégicos que entram na posse dos novos senhores feudais.
A pobreza e a fome aumentam de forma exponencial a sua dimensão.
Portugal não é diferente, após ter perdido a sua autonomia e soberania, subjugado por interesses estrangeiros de grupos financeiros e económicos corruptos, passou a ser gerido por um governo a soldo dos interesses económicos esclavagistas. É difícil saber quem decide em Portugal a política económica e a sua vertente laboral. Os gestores da Troika, delegados da alta finança internacional, cúmplices de uma banca corrupta e vigiados pelo controle apertado da CIP, estão a colocar os Portugueses na ruína. A pouco e pouco, violação após violação da constituição, este país será mais cruel e injusto do que aquele contra o qual lutámos.

domingo, 25 de janeiro de 2009

GOVERNO DÁ AVAL À CORRUPÇÃO...









O aval e a injecção de capitais que o governo concedeu à Banca, constitui um acto de terrorismo económico. Com o fundamento de salvar as poupanças dos portugueses, este governo utilizou o dinheiro dos contribuintes para compensar menos valias dos banqueiros e dos clientes mais ricos...

A troco de nada, os Gestores Corruptos continuam com todas as mordomias, auferindo ordenados de milhões, pagos pelos contribuintes portugueses... Em compensação, esta Banca de Corruptos, lança mensalmente nas contas de quem os fiancia, comissões legais e ilegais, sendo a diferença entre legal e ilegal definida em função de constar ou não do preçário.

Em contraste, não existe dinheiro para aumentar as pensões e reformas daqueles que vivem abaixo dos limites de sobrevivência...

Em Portugal, aliás como em todo o Mundo, ser CORRUPTO COMPENSA!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

PORTUGAL NECESSITA DE ALTERNATIVAS DEMOCRÁTICAS










Portugal está a ser "governado" por um grupo representativo do capitalismo mais obsoleto e selvagem.... Estes governantes voltaram a colocar o país na véspera da revolução de Abril... A falsidade com que é utilizado o partido "socialista", para controlar um povo em nome de uma falsa esquerda ou ideologia, tornou-se um drama nacional...

Os trabalhadores perdem direitos, o inconcebivel torna-se lei... Hoje, voltamos a ver os trabalhadores a levar a marmita com as refeições... Hoje, grupos de mafiosos traficam escravos para serem explorados, nesta europa onde um dia alguém acreditou em Democracia.

Portugal continua a premiar a Banca Corrupta, empresas como a EDP, a PT, ou a permitir o assalto aos contribuintes por partes das empresas e serviços municipais, tais como o SMAS....

Vivemos numa teia de falsos democratas, onde o povo perde a voz e os direitos constitucionais.

De facto, a pior tragédia que assola o nosso país é esta praga que tomou conta do poder em todas as frentes...

Tenho consciência que o PSD não tem alternativas e constitui uma, mais uma ala do P.S., sei que o P.C.P. parou no tempo e aponta como exemplo ditaduras como Cuba, sei que o Bloco de Esquerda não se está a esforçar o suficiente para colocar os interesses do povo à frente dos seus, sei que o CDS é algo sem expressão, algo passadista...

portugal tem 2.000.000 Milhões de Pobres, mais de 500.000 Desempregados.

sábado, 17 de janeiro de 2009

TERRORISTAS ISRAELITAS DECLARAM CESSAR FOGO









É fácilmente constatável que os fundamentalistas islâmicos em particular e a religião islâmica em geral, constituem um atraso civilizacional ao qual não se pode fechar os olhos, salvaguardando os direitos de liberdade religiosa...

Não existem religiões boas, mas existem algumas piores, porque professam a violência a ignorância e a opressão dos povos...

Não esquecendo a máfia e opulência que caracterizam e disvirtuam o Vaticano, como pressuposto defensor dos valores cristãos...

No entanto, não podemos negar o contributo civilizacional do cristianismo em oposição à barbárie islâmica.

Os islâmicos ainda se encontram na pré-história da civilização, esta é a triste verdade...

Se pensarmos no hinduísmo, pouco muda, os hindus vivem de acordo com uma divisão de castas, própria de qualquer dos piores sistemas esclavagistas...

Os judeus, ou o judaísmo, é uma religião onde a intolerância e a contradição de valores abundam...

No entanto, quando lhes interessa, todos estes países e os seus habitantes mais ricos que professam estas religiões, para obtenção de vantagens e fortunas, acordam com base numa religião única: O Capitalismo Selvagem, suspendendo por instantes os princípios religiosos.

Fica a questão, o que tem isto a ver com a guerra israel ou palestiniana? Tem tudo, porque, apesar dos negócios de tráfico de armas comandar as decisões, nem Israel tem o direito de massacrar inocentes, nem os terroristas do Hamas, financiados pelo Irão, podem criar instabilidade no Mundo, em nome de uma religião com valores de incentivo de violência extrema...

domingo, 11 de janeiro de 2009

PORTUGAL E A DEMOCRACIA PERDIDA...








Portugal parece ter desistido definitivamente de procurar o caminho da Democracia Política, Económica e Social. Deixou de ser relevante para o aprofundar da Democracia, a cor do partido que se encontra no poder. Hoje, Portugal é um país com mais de 3 milhões de pobres, 500.000 desempregados e muitos milhares de portugueses a trabalhar por conta de outrém com o ordenado mínimo.Este é o país dos contraste, onde a classe política se divorciou em definitivo do povo que deveria governar...Portugal apresenta-se no seu melhor como um recanto para que os grandes grupos económicos e financeiros possam determinar as regras de jogo, escapando a todas as malhas legais... Este é o país onde um Banco é capaz de fazer abanar um governo, este é um país onde as grandes empresas ditam as normas económicas, financeiras e sociais.
Portugal, é uma espécie de estado africano corrupto, integrado numa comunidade económica decadente que insiste em alargamentos que apenas retardam o seu fim...Em breve, a comunidade europeia estará a negociar a entrada da Rússia e quem sabe, da China... Esta é uma Comunidade sem valores, sem ideologia nem rumo... O dinheiro pelo dinheiro e o poder pelo poder são a moral dominante.
O actual governo tem deficit democrático em todos os sectores da vida política. A oposição é inexistente... A maioria dos deputados assume uma postura que em nada dignifica o país. É escandaloso ver a dança dos deputados, jogando um jogo que em nada contribuiu para a Democracia. Exibem-se apenas para se reverem nas suas posturas luxuriantes. A maioria destes "Senhores" que foram eleitos, há muito que esqueceram tal facto. Muitos destes pseudo-democratas, julgam-se detentores do cargo por direito divino.
Portugal é o país onde a corrupção e o crime de alto nível são premiados... Somos um país que fabrica comendadores e outros títulos...Portugal, um País sem Rumo em Busca da Democracia Perdida!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

INVASÃO ISRAELITA - O NOVO HITLER...









Enquanto a comunidade internacional luta pela defesa dos direitos humanos, os israelitas continuam o massacre, lembrando os procedimentos nazis...

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

O PATRÃO DOS PATRÕES OU A DEFESA DA ESCRAVATURA?








De facto, uma vez mais mais o Patrão dos Patrões insiste na arrogância e na defesa de uma legislação laboral que permita a escravatura... É de bradar ao céus ouvir um Super-empresário, argumentar que ou se aceita e aprofunda a liberalização dos despedimentos e flexibilização das leis laborais ou os empresários terão que se deslocar para a China ou para a Índia...


Uma vez mais, esta voz que representa a voz da maioria dos empresários, diz o que sente... No entanto, seria mais honesto dizer. nós os empresários, para enriquecermos precisamos de ter mão de obra escrava, como existe na China e na Índia,só desta forma, dizem eles, a economia mundial voltará a crescer e a viver um período de grande prosperidade...


Graças a essa teoria medieval e de exploração do homem pelo homem chegámos ao ponto em que nos encontramos...

BPN, BPP & OUTRAS ENTIDADES FRAUDULENTAS








Todos os Bancos usam e abusam do dinheiro dos depositantes, debitam taxas e comissões, umas legais outras ilegais, debitam despesas exorbitantes de operações bancárias, cartões de crédito, livros de cheques, aberturas de dossiers, despesas de gestão de contas e até despesas de gestão de empréstimos... De facto, só um acto tresloucado de excesso de ingenuidade me impediria de afirmar que estes "Donos de Bancos" são Corruptos, Burlões, Ladrões e muitos outros adjectivos menos agradáveis... Lamentávelmente, as entidades reguladoras desta actividade, são cúmplices, quer por acção, quer por omissão...


Após a injecção de capitais na banca, o aval para endividamento, de forma a evitar nos próximos cinco anos ou talvez alguns mêses, a Bancarrota, o endividamento global atingirá montantes tão elevados que vai surgir uma crise financeira tal que a presente vai parecer uma brincadeira de crianças... No final da história se o mundo não entrar em colapso mundial com múltiplas guerras, um grupo de Super-banqueiros, acabará por comprar tudo, incluindo as próprias dívidas dos Estados...


FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO: BENTO XVI : O SÍMBOLO DO MAL






O Papa, Bento XVI, apelou ontem em discurso na Cúria, a uma «ecologia do homem», mais necessária do que «As florestas tropicais merecem a nossa protecção. Mas os homens não merecem menos do que isso», frisou, aludindo a homossexualidade e transsexualidade.


No discurso, de balanço à Cúria, a administração central do Vaticano, Sala Clementina no Palácio apostólico do Vaticano, Bento XVI, defendeu que a Igreja, além da natureza, «também deve proteger o homem da destruição de si próprio», referindo que os comportamentos que vão além das relações heterossexuais são «a destruição do trabalho de Deus».«Não é metafísica superada se a Igreja fala da natureza do ser humano como homem e mulher e pede que esta ordem da criação seja respeitada», afirmou o Sumo Pontífice, defendendo o direito de a Igreja «falar sobre a natureza humana como homem e mulher, e pedir que esta ordem da criação seja respeitada».



Não existem religiões boas nem líderes religiosos que saibam conviver com valores humanos e democráticos. Todas as religiões e seitas servem para domínio e sustentação do poder, surgindo ao longo da história como a maior prisão e forma de tortura humana...




Não se tratando de defender causas relacionadas com a homossexualidade e a transexualidade, porque a Liberdade e Dignidade Humana devem ser respeitadas como valores e direitos indisponíveis, a Igreja através deste Papa, cada dia que passa mergulha mais e mais nos tempos da inquisição...




Esta Igreja pejada de parasitismo que por si só contraria todas as leis da natureza, entre elas, o celibato, além de viver na opulência desmesurada, globalizando o negócio em nome do seu contrário, Jesus, constitui por si só o exemplo da arrogância...




As declarações de Bento XVI acontecem após a recusa do Vaticano de se associar à petição pela descriminalização universal da homossexualidade lançada no dia 18 de Dezembro por 66 países na ONU. É preciso não esquecer que uma coisa é tecer considerações sobre a Homossexualidade e outra é aceitar que existam Pessoas que sejam torturadas e assassinadas por esse facto...




Posso não aceitar o folclore criado nas exigências de direitos e recurso a conceitos apenas aplicáveis a casais pela própria natureza, como o casamento entre homossexuais ou a adopção de crianças por homossexuais e transexuais, mas isso não me permite aceitar que essas Pessoas devam ser destruídas ou descriminadas.




Gostaria que o Vaticano utilizásse seu dinheiro e influências para lançar uma cruzada contra a FOME NO MUNDO e contra a GUERRA!




Defender e partilhar valores cristãos, felizmente, não é nada disto que as Igrejas propôem... As Pessoas de Bom Coração e Alma Pura, não pune, não censura, mas respeita e dignifica!




Esta IGREJA CATÓLICA e todas as outras que clamam o nome de JESUS, crucificam-no de novo todos os dias!


domingo, 21 de dezembro de 2008

HOSPITAL E CÂMARA VILA FRANCA XIRA : NEGLIGÊNCIA







O Hospital de Vila Franca de Xira continua sem aparelho de T.A.C.. Esta situação obriga as vítimas de AVC a aguardarem horas para serem enviadas para o Hospital de São José, de forma a efectuarem um exame de T.A.C, para, se sobreviverem, regressarem ao Hospital de Vila Franca de Xira...


É triste que a Administração do Hospital nada faça, mantendo esta postura de negligência extrema. É grave que a Presidente da Câmara e os seus lacaios pertencentes ao aparelho partidário do P.S., ainda não tenham reparado na situação dramática existente...


Se fosse para construir um viaduto sem utilidade para destruír mais tarde, se fosse para servir os interesses instalados, o TAC já teria sido adquirido. Todavia, um T.A.C., não dá lucro nem poder...


Nem só os políticos do poder estão inocentes, muitos dos papagaios da "oposição" parecem ignorar o problema.


Mas nem só de políticos nos podemos queixar, dado que a Igreja Católica e os seus devotos, gastaram fortunas nas mega igrejas do Sobralinho e Alverca, endividaram-se, negociaram, geraram múltiplos interesses obscuros, no entanto, nem estes petendentes directos ao Mundo da Divindade, se lembraram do dinheiro para o T.A.C necessário no Hospital de Vila Franca de Xira.


Fica o apelo a alguém ou algumas grandes empresas, à Câmara, ou à Igreja: Façam um peditório para T.A.C., mas tenham cuidado ainda a receita angariada pode vir a ser utilizada para a compra de alguma viatura de luxo...

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

CONCELHO VILA FRANCA XIRA: ENVENENADO PELO P.S.









O Concelho de Vila Franca de Xira é uma Ditadura com mais de 20 anos, onde o Partido Socialista reserva lugares públicos e privados para militantes com destaque. Neste Concelho onde não se plantou uma árvore nas últimas décadas, 0s interesses imobiliários prevalecem e quem não pertencer ou discordar da política ou dos políticos desta Ditadura, será descriminado em tudo, desde o acesso ao emprego, profissões liberais, prestações sociais, etc.

Fica o desafio de alguém descobrir um dirigente de uma simples associação, empresa pública, repartição pública, serviço camarário ou junta de freguesia que não tenha sido lá colocado por um "padrinho" do Partido.


É tempo de retirar esta gente do poder... Nas próximas eleições, vote em tudo, mas não vote no P.S., o tal partido da mãozinha...


Votar no P.S. é votar no Betão, na Promoção da Pobreza, no Desemprego, na Cunha, na descriminação.

BPN: O SILÊNCIO DOS INDECENTES










Alguém acreditaria que um Administrador desconhece as actividades das empresas em que possui essa qualidade? As contas têm que ser assinadas, mesmo quando estamos perante holdings, a consolidação obriga ao conhecimento de todas e de cada uma das empresas...


Sejamos honestos, O BPN, paraíso de ex-ministros e elites políticas e económicas, será mais um caso a arquivar, dado o "nível" dos suspeitos...


Curioso, quando aparece alguma coisa deste género, a Caixa Geral de Depósitos e o Banco de Portugal, não aparecem pelas melhores razões...


O Governo de Sócrates deveria ter a coragem de tornar pública a lista de depositantes e accionistas no fundo a lista de especuladores a quem estamos a pagar as suas menos valias em aplicações financeiras de risco...


É escandaloso dar Biliões de Euros a Bancos, avalizando as suas dívidas e negociar cêntimo a cêntimo o salário mínimo nacional ou o montante a atribuír ás reformas mínimas.


Um Governo que assume uma postura deste tipo promove de neo-liberalismo esclavagista e, por omissão comporta-se como qualquer grupo terrorista... Aliam-se os Patrões dos Patrões, ameaçando com custos insustentáveis...


Este Governo comporta-se como um "grupo terrorista", porque:






  1. Viola os Direitos Fundamentais, promove o desemprego e a pobreza


  2. Mata por omissão na falta de assistência médica e medicamentosa


  3. Mata por omissão Portugueses que estão a morrer de fome


  4. Mata por acção nas Guerras do Iraque e do Afeganistão




Este é a versão neo-liberal fascista do Capitalismo Selvagem na sua globalização plena.

CASA PIA: VIOLAÇÕES, RAPTOS, TORTURA










Segundo várias fontes, a CASA PIA em nome da "criancinhas", desde há muitas décadas que possui um património de dimensão colossal, possui um orçamento que permite todos os tipos de mordomias e enriquecimentos sem justa causa.


Desde os anos 60 que se sabe que foram raptadas crianças da CASA PIA. O Estado Português nada fez para recuperar essas pessoas. A CASA PIA sempre foi um lugar onde gente importante dominou, violou, explorou e fcou impune...


Não fiquem surpreendidos os Portugueses com esta nova versão de crimes não provados, crimes prescritos, sempre assim foi e sempre assim será.


O Ministério público e a magistratura Judicial, os governos e polícias manipulam e são manipulados... no final os poderosos ficam impunes e são premiados...

DEPUTADOS FALTOSOS, IRRESPONSÁVEIS E OPORTUNISTAS









Todos sabemos que ser deputado em Portugal obedece a um conjunto de interesses que ultrapassam em muito as ideologias e representatividade popular. Como em tudo na vida existem excepções, existem PESSOAS HONESTAS.


Quando alguns deputados referem que não têm local de trabalho e têm tanta utilidade no Parlamento como na Feira de Melão ou em qualquer casa de alterne, porque, o que importa é o contacto com a realidade social...


Além disso, há declarações de PESSOAS ÍNTEGRAS como o DR.ALMEIDA SANTOS, que quase fez uma graçola por as faltas ocorrerem à sexta-feira, como se fosse normal...


Para cúmulo de todos os defensores desta gente sem ética nem moral nem profissionalismo, ainda existe quem fale na "escravidão dos deputados" e nos seus baixos ordenados. Será que algum desses ilustres Senhores que entendem o seu mandato como DIVINO, pensou que o ordenado mínimo nacional é inferior a 500 € e que existem pensões de reforma inferiores a 200 €. Se assim é, esses Senhores além de Faltosos e Irresponsáveis não passam de "Traidores do Povo" que os elegeu...

AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA - CARTEL COMBÚSTIVEIS








O presidente da Autoridade da Concorrência (ADC) está esta terça-feira no Parlamento a explicar aos deputados alguns dados recolhidos sobre o mercado dos combustíveis, mas prefere adiar uma opinião para o relatório final que apresentará em Março.
Para já, diz apenas: «Não negamos nem deixamos de negar se existe cartel (de preços nos combustíveis). Temos muitos mais dados que os que estamos a apresentar, mas não quero dar nenhuma opinião. Deixo-a para a análise final e completa de Março».
O presidente da Autoridade da Concorrência (AdC) esteve esta terça-feira no Parlamento a explicar aos deputados alguns dados recolhidos no relatório intercalar sobre o mercado dos combustíveis, mas prefere adiar uma opinião para a análise final que apresentará em Março.
Para já, diz apenas: «Não negamos nem deixamos de negar se existe cartel (de preços nos combustíveis). Temos muitos mais dados que os que estamos a apresentar, mas não quero dar nenhuma opinião. Deixo-a para a análise final e completa de Março».
Na audição na Assembleia da República, o presidente da Adc afirmou, no entanto, que a entidade continua muito atenta, que já têm a «fotografia» do ciclo completo de subidas de preços, compilado neste relatório intercalar com dados até Setembro de 2008, mas prefere esperar agora para ter a análise completa do ciclo de descidas, que começou mais ou menos por essa altura para formular uma opinião precisa.
«Há assimetria» no ajustamento de preços
Ainda assim, adiantou que se pode concluir, desde já, que variação dos preços do petróleo demora, em Portugal, entre 4 a 5 semanas a repercutir-se nos preços finais, antes de impostos, no caso da gasolina e mais de 5 semanas se falarmos de gasóleo.
Ou seja, «há um desfasamento de tempo» na repercussão dos preços nos mercados internacionais e na venda ao público.
E assim sendo, Manuel Sebastião admitiu, ainda, uma assimetria no ajustamento de preços consoante o preço da matéria-prima está a descer ou a subir nos mercados internacionais, dando o exemplo: «Durante o ciclo de subida houve semanas em que se registou mais do que um ajustamento de preços (por parte das petrolíferas). Já durante o ciclo de descida houve semanas em que só houve um ajustamento. No entanto, é preciso concluir a análise ao ciclo de descida até Dezembro para se tirarem conclusões mais definitivas», explicou já aos jornalistas, à margem das explicações aos deputados.


Fonte: IOL


Comentário JORNAL DOS JORNAIS


Basta refletir um pouco, não é preciso ser mais inteligente que o ministro Mário Lino nem mais Corrupto que a Quadrilha do BPN, para termos a certeza que estamos a ser roubados. Ora vejamos:




  • O preço do petróleo baixou para 75% dos valores que ditaram os aumentos, após os referidos aumentos, até hoje as petrolíferas baixaram 25%, logo, estão a arrecadar 75% de lucro. O Estado arrecada os impostos, cujo montante será maior quanto maior for o preço.


  • A Autoridade da Concorrência, uma espécie de apêndice de interesses obscuros, diz nem sim nem não e os exploradores do costume continuam impunes a negociar entre si, em CARTEL, os preços que entendem.

sábado, 29 de novembro de 2008

ÍNDIA: TERRA DE ESCRAVOS - DIVISÃO EM CASTAS








MUMBAI, Índia (AFP) — As forças de segurança indianas mataram neste sábado os últimos homens armados que estavam entrincheirados em um hotel de Mumbai, acabando com mais de dois dias de ataques e tiroteios conduzidos por extremistas islâmicos, que deixaram pelo menos 195 mortos, entre os quais 26 estrangeiros.
Os três últimos combatentes ainda entrincheirados no luxuoso Taj Mahal foram mortos na manhã deste sábado, afirmou a polícia, anunciando logo em seguida o fim das operações.
"Todas as operações estão encerradas. Todos os terroristas foram mortos", declarou Hassan Gafoor, o chefe da polícia de Mumbai, quase 60 horas depois do início dos ataques.
"Dissemos que havia três terroristas, e temos três corpos", ressaltou, por sua vez, J. K. Dutt, chefe da Guarda Nacional indiana, destacando que seus homens estavam avançando "quarto por quarto, para verificar que a situação está segura".
O Taj Mahal, um estabelecimento luxuoso da capital econômica indiana, era o último lugar onde extremistas islâmicos ainda estavam encurralados.
A polícia anunciara sexta-feira à noite o fim das operações no Oberoi Trident, o outro hotel de luxo invadido pelos islâmicos, pouco depois da intervenção das forças especiais indianas em um edifício abrigando um centro judeu ortodoxo, também ocupado por homens armados.
Segundo o último balanço oficial, fornecido neste sábado pelo departamento de gestão das catástrofes de Mumbai, a série de ataques deixou 195 mortos e 295 feridos.
As televisões do país se referiram a "um 11 de setembro indiano", em alusão aos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.
Nove terroristas foram mortos nas operações de comando indianas, e um décimo foi preso. Quinze membros das forças de segurança morreram durante os combates.
Fontes dos serviços de inteligência indianos afirmaram neste sábado à AFP que oito dos terroristas estavam infiltrados na cidade há um mês, conduzindo "missões de reconhecimento para preparar os ataques" e se fazendo passar por estudantes.
As ações terroristas lançadas na noite de quarta-feira em Mumbai tiveram como alvos principais turistas estrangeiros, sobretudo americanos, britânicos e israelenses. Contudo, os extremistas, muito bem armados, também atacaram alvos indianos, matando 50 pessoas na estação central de Mumbai e invadindo um hospital.
A morte de pelo menos 26 estrangeiros - oito israelenses, cinco americanos, dois franceses, dois australianos, dois canadenses, um britânico, uma cingapuriana um japonês, um italiano, uma tailandesa, um alemão e um mauriciano - foi confirmada por seus países respectivos.
Este balanço de vítimas estrangeiras ainda pode evoluir, principalmente no caso de algumas delas possuírem a dupla nacionalidade.
No âmbito diplomático, a tensão está crescendo entre a Índia e o Paquistão vizinho, que Nova Delhi acusou abertamente de estar por trás deste ataques, muito bem coordenados.
Islamabad, que desmentiu categoricamente qualquer envolvimento nos atentados, anunciou que enviará à Índia um simples representante para ajudar na investigação, e não o chefe dos serviços de inteligência, como fora anunciado na véspera.
O Paquistão prometeu punir qualquer gruupo baseado em seu território se a Índia fornecer a prova de que ele está envolvido nos ataques de Mumbai, afirmou neste sábado o ministro das Relações Exteriores, Shah Mehmood Qureshi.
Pouco depois, o presidente paquistanês, Asif Ali Zardari, conclamou a Índia a não reagir de forma excessiva aos ataques de Mumbai, e garantiu que mostrará a maior severidade se qualquer envolvimento paquistanês for comprovado.
"Seja quem forem os responsáveis por este ato primitivo e brutal contra o povo indiano e a Índia, eles querem provocar uma reação de vingança", declarou Zardari em uma entrevista à rede de televisão indiana CNN-IBN.
"Temos que nos colocar acima deles, e fazer com que não haja nenhuma reação excessiva", acrescentou.
Dirigentes ocidentais mencionaram a pista dos terroristas da Al-Qaeda.
O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, mantinha neste sábado uma reunião com os dirigentes do Exército e dos serviços de inteligência. "O premier quer um relatório detalhado dos ataques terroristas de Mumbai, e deseja que providências sejam tomadas", declarou um dos conselheiros de Singh.
Reféns libertados, policiais e soldados relataram cenas de terror. "São pessoas impiedosas. Atiravam em qualquer pessoa que estivesse na frente", comentou um militar.
Os ataques foram reivindicados por um grupo islâmico chamado Deccan Mujahedin.
Um dos agressores, entrevistado pela TV, disse que o grupo pedia o fim das "perseguições" contra os muçulmanos da Índia, uma comunidade de 150 milhões de pessoas que já foi alvo de violências no passado neste país de 1,2 bilhão de habitantes, em maioria hinduístas.
De acordo com a agência PTI, que citou fontes oficiais, três extremistas, entre os quais um paquistanês pertencendo ao grupo terrorista Laskhar-e-Taiba, foram detidos no Taj Mahal. Este grupo é conhecido por ter atacado o Parlamento indiano em 2001, um atentado que quase provocou uma nova guerra entre a Índia e o Paquistão.
Neste sábado, os jornais indianos criticaram novamente o governo e seus serviços de inteligência por não terem conseguido prevenir os ataques.

Fonte: Google Notícias
Comentário "PortugalJornal": A Índia é uma Ditadura Medieval, um país onde a divisão de castas nada mais é do que a aceitação da escravatura.

CORRUPÇÃO: BPP "salvo" por Sócrates










O Governo optou por socorrer o Banco Privado Português devido ao efeitos que a falência do banco teria na imagem de Portugal nos mercados externos, bem como a crise de confiança que acarretaria internamente, noticia o "Expresso".

De acordo como semanário, estes foram os dois factores determinantes para o Executivo ter tomado a decisão política de salvar a instituição, apesar de o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, considerar que a falência do BPP não acarretaria riscos graves para o sistema financeiro e de se ter mostrado particularmente irritado com o facto de o presidente do banco, João Rendeiro, ter dito publicamente precisar de 750 milhões depois de lhe ter sido comunicado que tal não seria possível.

A injecção de 600 milhões no BPP, a nomeação de dois ou três administradores e a suspensão de funções de Rendeiro resultam de negociações lideradas por Constâncio, enquanto as autoridades de supervisão (BdP e CMVM) passam as contas do banco a pente fino.

Fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=343353

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

BANCA CORRUPTA FINANCIADA PELOS CONTRIBUINTES








Primeiro surgiram as notícias dos crimes económicos e financeiros praticados pelos sucessivos administradores do BPN, depois surgiu uma vez mais a impotência do Banco de Portugal, tendo como responsável Victor Constâncio... No meio desta panóplia de gente corrupta, surge como é hábito a Caixa Geral de Depósitos, com a sua postura de entidade íntegra... O BPN representa por amostragem o nível de honestidade dos nossos governantes, foi ali, que durante vários anos se alimentaram, ao que parece com grande voracidade, quase tudo o que foi ministro e secretário de estado. Adquirido pelo Estado Português, utilizando a cumplicidade da Caixa Geral de Depósitos o Estado injectou milhões de Euros no BPN, protegendo interesses do Capitalismo Selvagem que tudo controla...


Alguns dias mais tarde ouve-se falar num tal BPP que necessita de um aval do Estado de cerca de 1000 milhões para ser viabilizado... Um Banco gestor de fortunas... Apesar de uma aparente recusa do Banco de Portugal para enganar o povo português, o Banco de Portugal, através de uma operação indirecta prepara-se para conceder o aval que permita premiar mais um bando de corruptos...


Esta é o País onde negociar um aumento miserável de ordenados, incluindo o ordenado mínimo nacional, ou aumentar as reformas miseráveis de 200,00 €, constitui uma verdadeira odisseia... Este é o País onde se morre porque não se tem acesso a cuidados de saúde dignos...

Acenando com a protecção das poupanças dos pequenos aforradores, o governo português à semelhança de quase todos os sistemas capitalistas mundiais, injectam dinheiro nos mercados financeiros, compensando as menos valias dos especuladores.

Talvez, este processo do BPN acabe com a nomeação pelo Sr. Presidente da República do Dr. Oliveira e Costa para Conselheiro de Estado.


ESTE É O PAÍS ONDE A CORRUPÇÃO E O CRIME DE COLARINHO BRANCO GRASSAM SEM OPOSIÇÃO!

terça-feira, 27 de maio de 2008

BOICOTE AS GRANDES PETROLÍFERAS!

















Todas as outras marcas e logótipos usados neste site são de propriedade dos seus respectivos proprietários.
Não compre combustíveis a estes empresas, fique certo que estão a enganá-lo.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

CÂMARA MUNICIPAL VILA FRANCA XIRA: EM NOME DA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA???



(Viaduto sem estrada a montante nem a jusante, mandado construir pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira)


"FRENTE RIBEIRINHA DO CONCELHO DE VILA FRANCA DE XIRA

PÕE CIDADÃOS CONTRA CÂMARA MUNICIPAL

Em recentes declarações à comunicação social, a Presidente da Câmara de Vila Franca de Xira (CMVFX) insurge-se, em tom ameaçador e deselegante, contra as objecções que a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região de Lisboa e Vale do Tejo (CCDRLVT) tem vindo a opor aos desígnios camarários de abrir vastas áreas de expansão urbana na margem direita do Tejo.
O movimento XIRADANIA repudia vivamente estas declarações, que têm por pano de fundo a próxima discussão da tardia revisão do Plano Director Municipal (PDM) em curso e mostram que a CMVFX entendeu ser chegado o momento de abrir as hostilidades públicas com organismos da administração central que não se têm mostrado disponíveis para aceitar a criação de extensas áreas de expansão urbana em terrenos de enorme potencial produtivo, ambiental e paisagístico.
Sem contrapor argumentos de ordem técnica ou racional, a Senhora Presidente da CMVFX tenta manipular a opinião pública e usá-la como meio de pressão contra organismos públicos centrais e regionais que se limitam a fazer respeitar a lei e as boas práticas nos usos do território. Isto significa que, em vez de defender os interesses colectivos e estratégicos de longo prazo que ela, como eleita, deveria ser a primeira a fomentar e desenvolver, tem de ser chamada à ordem por entidades supramunicipais.
Procurando fazer confundir na cabeça dos munícipes o interesse do concelho com os interesses dos especuladores imobiliários, Maria da Luz Rosinha tenta transferir para organismos da administração central a responsabilidade do não desenvolvimento do município.
A CMVFX constitui-se, assim, como parte do problema que é a grave situação do concelho em matéria de ordenamento do território, quando devia ser parte da solução. Isto não aconteceria se Maria da Luz Rosinha quisesse lembrar-se de que boa parte dos votos com que foi eleita se devem ao compromisso eleitoral de se empenhar na contenção dos excessos urbanísticos de Daniel Branco, seu antecessor.
As intenções da Senhora Presidente não são novidade. Evidenciando alguma perturbação de espírito, a edil vem agora procurar fazer passar a ideia de que as objecções destes organismos se devem a perigos e medos «que só existem na cabeça dos técnicos» e chega ao ponto de fazer vãs e patéticas ameaças de corte do abastecimento de água, e electricidade a Lisboa e impedimento à circulação em direcção à mesma cidade. Só o futuro dirá se estes expedientes tácticos não lhe sairão caros. Mais tarde ou mais cedo, porém, a Senhora Presidente compreenderá que terá de pagará os custos políticos de querer colocar o PDM ao serviço dos desígnios da grande especulação.
A Senhora Presidente sempre se mostrou incapaz, aliás, de explicar o que entende por «desenvolvimento» do concelho, seguramente porque não tem duas ou três ideias articuláveis e geradoras de uma estratégia orientadora do planeamento do território. Há muito que dava para perceber, no entanto, que, genericamente, para ela, desenvolver significa «betonizar», de preferência na valiosíssima frente de água.
Não admira que venha agora alegar que a ocupação de natureza predominantemente habitacional da frente de água, além de não representar qualquer perigo ou dano, é mesmo vital para o «desenvolvimento» do concelho.
Contra a Senhora Presidente, o XIRADANIA afirma que a ocupação das áreas ribeirinhas não é necessária, nem contribuiria para o desenvolvimento económico e social do concelho. O resultado da concretização das suas intenções significaria mesmo, no imediato, tornar o município ainda menos interessante para o investimento produtivo e para as pessoas. Muito mais grave, comprometeria irremediavelmente, a prazo, o potencial económico, a qualidade de vida e a sustentabilidade do concelho.
Entre os dois últimos censos, a população do concelho de Vila Franca de Xira cresceu mais de quatro vezes e meia que a própria média da região em que se insere e exponencialmente em relação à média do país.
As grandes necessidades em matéria de habitação e habitabilidade são de natureza qualitativa, não quantitativa. A oferta de apartamentos é neste momento muito superior à procura. As consequências de permitir mais construção em novas áreas de expansão urbana seriam a proliferação de fogos não ocupados, a desvalorização da habitação existente, o incremento da «betonização» do território, uma maior carência de espaços abertos, zonas verdes e espaços públicos de recreio e lazer, o aumento da população, o agravamento dos problemas de trânsito, etc.
É uma inverdade grosseira, pois, afirmar que desenvolvimento do município precisa de novas áreas para edificação.
A teoria da necessidade de criação de novas disponibilidades construtivas na beira-rio – quando as áreas urbanizáveis do concelho constantes do PDM em revisão dariam já para um número assustador de muitas dezenas de milhares de fogos – explica-se pela simples razão de poderem proporcionar mais-valias incomparavelmente superiores aos dos terrenos onde exista já o direito abstracto de construir.
Na verdade, uma vez urbanizados – após levantamento das restrições que sobre eles impendem e que permitiram ao especulador comprá-los a preço de chuva – os andares de luxo que neles se constituam vendem-se como pãezinhos quentes a quem tem, em tempo de crise, dinheiro para os comprar (os ricos). Um negócio da China, a bem do «desenvolvimento» do concelho...
Acresce que não faltam no concelho áreas expectantes e áreas industriais devolutas com aptidão para instalação das mais variadas actividades económicas. Isto se a CMVFX não transformar em regra o escândalo que foi o caso dos terrenos da ex-Mague, em que, em favor de um projecto habitacional puramente especulativo da Obriverca, e sob o argumento trapalhão de que se tratava de «requalificação urbana», foi alterado o uso dos terrenos.
E desde que não continue a gestão casuística da frente de água, ilustrada pelo atentado a um importante recurso natural e paisagístico, como aconteceu com a vergonhosa aprovação de um depósito de contentores cinicamente disfarçado de parque «multiusos» para a Quinta do Anabique, na frente ribeirinha da Póvoa de Santa Iria.
Pela sua transcendente importância estratégica, as áreas ribeirinhas sobrantes da profunda degradação operada ao longo de muitas décadas exigem um programa urgente de preservação e aproveitamento do seu elevado potencial. Não precisam de grandes projectos de construção habitacional, nem de gigantescos pavilhões da logística.
O que os interesses estratégicos do município, da região e do país impõem é a elaboração de um plano geral de preservação e valorização desse extraordinário conjunto de recursos que a natureza nos proporciona, às gerações actuais e futuras, ao longo do rio Tejo.
Os argumentos da Senhora Presidente a favor do «desenvolvimento» não têm qualquer consistência. Alguma vez ela terá de se ver confrontada com pedidos de explicação acerca das reais motivações da sua linha de acção, em condições em que não se poderá furtar a dá-las ou a reconhecer que as não tem.
O movimento XIRADANIA não aceita o sigilo em que o PDM tem estado a ser cozinhado. Os problemas que ele envolve têm de ser tratados com a profundidade, o rigor e a seriedade que merecem, para que o interesse público prevaleça sobre as cobiças individuais."
Publicado pelo movimento "XIRADANIA"
O "Jornal dos Jornais", não é responsável pelo conteúdo da notícia, a publicação da mesma assume natureza meramente informativa, declinando toda a responsabilidade do conteúdo da notícia nos seus autores.


Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste dispositivo