sábado, 23 de julho de 2011

O ULTRALIBERALISMO ESTÁ A DESTRUIR A HUMANIDADE


(Imagem dos carrascos)

As políticas de desenvolvimento do capitalismo selvagem nas suas vertentes mais odiosas, sob a protecção de valores ditos democráticos, apoderou-se de todos os sistemas e estruturas, reduziu trabalhadores a escravos. Este mesmo capitalismo controla partidos políticos e governos. Nas suas teias mais elaboradas, actuam as máfias mais poderosas do tráfico de pessoas, armas e drogas.
Longe, fica a utopia de uma mundo solidário e de uma democracia política, económica e social. Os governos dos países ditos civilizados, promovem a guerra tendo como objectivo a posse de recursos naturais e estratégicos que entram na posse dos novos senhores feudais.
A pobreza e a fome aumentam de forma exponencial a sua dimensão.
Portugal não é diferente, após ter perdido a sua autonomia e soberania, subjugado por interesses estrangeiros de grupos financeiros e económicos corruptos, passou a ser gerido por um governo a soldo dos interesses económicos esclavagistas. É difícil saber quem decide em Portugal a política económica e a sua vertente laboral. Os gestores da Troika, delegados da alta finança internacional, cúmplices de uma banca corrupta e vigiados pelo controle apertado da CIP, estão a colocar os Portugueses na ruína. A pouco e pouco, violação após violação da constituição, este país será mais cruel e injusto do que aquele contra o qual lutámos.
Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste dispositivo